ESA Statement on the National Museum of Brazil

em português

September 5, 2018

We at the Entomological Society of America were deeply saddened at the tragic destruction of the National Museum of Brazil (Museu Nacional) in a fire this weekend. We are grateful that no serious injuries occurred, but the same cannot be said for the deep repository of irreplaceable scientific and historical treasures that were housed there. We extend our heartfelt condolences to the Museu Nacional staff, its greater scientific community, and the people of Brazil.

Early indications are that nearly all of the more than 5 million specimens in the institution’s entomological collection, founded in 1842, are likely to have been destroyed. This is an incredible loss for the entomological profession both in Brazil and worldwide. Collections are an essential reference for ongoing scientific work and the only places where the world’s natural heritage is preserved for future generations to study and enjoy.

In the coming weeks, months, and years, ESA leadership stands ready to work with colleagues in Brazil and the insect systematics community broadly to support the recovery and rebuilding of the entomological collection at the Museu Nacional. We encourage our members to contribute to such efforts as well. In the meantime, our thoughts are with the people of Brazil.

Sincerely,

Michael P. Parrella, Ph.D.
President, Entomological Society of America

Andrew Short, Ph.D.
President, ESA Systematics, Evolution, & Biodiversity Section


Declaração da ESA sobre o Museu Nacional do Brasil

5 de setembro de 2018

Nós da Associação Entomológica da América (ESA – Entomological Society of America) estamos profundamente entristecidos com a trágica destruição do Museu Nacional do Brasil em decorrência de um incêndio durante o último final de semana. Ficamos gratos em saber que ninguém ficou seriamente ferido, mas infelizmente o mesmo não pode ser dito sobre o insubstituível repositório científico e histórico que lá se encontrava depositado. Nós estendemos nossas mais sinceras condolências ao staff do Museu Nacional, à extensa comunidade científica que ele abrange, e ao povo brasileiro.

As primeiras informações após o incêndio indicam que todos os mais de 5 milhões de espécimes pertencentes à coleção entomológica, fundada em 1842, foram destruídos. Esta é uma perda imensurável para os entomólogos do Brasil e de todo o mundo. Coleções científicas são referências essenciais para trabalhos científicos em progresso, assim como um dos únicos locais no planeta nos quais o patrimônio natural mundial é preservado para que gerações futuras possam estuda-lo e aprecia-lo.

Nas próximas semanas, meses e anos, a liderança da ESA estará à postos para trabalhar com nossos colegas do Brasil e com a comunidade de entomólogos sistematas como um todo, apoiando a recuperação e a reconstrução da coleção entomológica do Museu Nacional. Nós encorajamos nossos membros a também contribuir com esses esforços. Enquanto isso, nossos pensamentos estão com o povo brasileiro.

Sinceramente,

Michael P. Parrella, Ph.D.
Presidente, Sociedade Entomológica da América

Andrew Short, Ph.D.
Presidente, Seção de Sistemática, Evolução e Biodiversidade da ESA